TRABALHADOR, VOCÊ ESTÁ COM DOR NA ALMA? PASSO A PASSO PARA DEMONSTRAR E LHE PERMITIR SOBREVIVER A UMA DEPRESSÃO

 UMA MANEIRA DE DIZER ESTOU DEPRIMIDO: COMO FAZER

IMAGEM: crello.com

Se você está triste por um longo período e não consegue identificar exatamente qual o motivo específico, então é hora de procurar ajuda, de início talvez um amigo, um familiar e posteriormente um profissional. Por que não um profissional de imediato? Por que nem toda tristeza está associada a uma doença como a depressão.

É muito importante conversar com alguém e expor o que se sente pra tentar entender se realmente trata-se de uma simples tristeza ou algo mais grave. Claro que as pessoas em geral não conseguem identificar facilmente um sintoma tão complexo quanto o da depressão e o que mais ouvimos são frases como: "isso vai passar"; "é bobagem, arruma o que fazer que passa"; "isso é frescura", etc. Principalmente dos mais próximos, infelizmente.

Então, após este primeiro passo, ao persistir os mesmos sintomas, claro que o próximo passo será procurar um profissional devidamente habilitado, neste caso um psicólogo. Sabemos que não é nada fácil tomar esta atitude, principalmente se a pessoa encontra-se sozinha ou mesmo com uma família grande e muitos amigos e ainda assim se sente sozinha de alguma forma. 

Precisamos entender que a tristeza é algo normal e que faz parte dos sentimentos humanos. Porém tudo em excesso nos faz mal e com a tristeza não é diferente, pois o excesso de tristeza é um alerta de que algo está errado, mais do que um simples problema que possa ter ocasionado aquela tristeza que a princípio parece ser momentânea. Alerta sempre ligado com a tristeza em excesso, esse é o ponto principal para não deixar que algo pior aconteça.

SOZINHO EM UM SITEMA NÃO TÃO ACOLHEDOR ASSIM: O QUE FAZER

Digamos que você esteja passando por algo como uma tristeza tão intensa que se enquadre no perfil de uma pessoa depressiva. Você mesmo acaba por diagnosticar seu problema se for contar a alguém. Afinal, quem não fica depressivo nos dias de hoje sendo uma pessoa pobre, trabalhadora assalariada em um país como o nosso. São infinitos os problemas que não são nada fáceis de solucionar e pode ter certeza que noventa e nove por cento deles passam pelo dinheiro. Não que o dinheiro seja a solução para tudo na vida e você sabe muito bem disso, não é o seu caso dizer que seria feliz apenas com o dinheiro. Muitos ainda falam para tentar se convencer que “sou rico de saúde” ou “quem tem Deus tem tudo” e etc., porém todos trabalham arduamente para conquistar o tão sonhado produto comprado com o dinheiro e ao não conseguir se sente um fracassado.

É isso, o dinheiro está em tudo que pensamos, pois através dele é que todos os seres deste sistema acreditam encontrar a liberdade. Estamos presos em nossa pobreza, na busca por algo difícil de ser alcançado e quando isso acontece, não acaba por aí, é necessário manter e nesse momento você descobre que tem mais um capítulo na sua jornada.

Mas voltando a realidade nossa de cada dia, de um pobre trabalhador assalariado – que em sua maioria nunca muda de capítulo-, morre neste capítulo mesmo, se pega em uma encruzilhada de dívidas e mais dívidas e descobre que mesmo devendo mais do que possa pagar, ainda assim continua sem nada, sem conquistar nada palpável do ponto de vista acumulativo do capital. A maior parte mora de aluguel, se quer têm uma casa própria, mesmo morando em periferias. Daí percebem o quanto são pobres, pois não basta morar em uma favela, tem que morar de aluguel em uma simples casa ou em um barraco mesmo de favelas.

Isso é de mais pra qualquer cidadão de bem e bem intencionado, trabalhador do país. Alguém que um dia teve sonhos e se sentia capaz de conseguir realiza-los, que na maioria são sonhos de uma casa própria e nada mais. Quando se percebe em uma encruzilhada e o tanto que a sua vida já passara, parece quase impossível daqui para frente mudar esse senário, a não ser que ganhe na loteria. Vez ou outra isso realmente acontece, porém nunca conosco ou se quer próximo de nós. Já percebeu isso?

Esse drama com o tempo nos faz adoecer. Uma doença perturbadora e silenciosa ao mesmo tempo, de maneira a consumir o cidadão de maneira voraz. Um monstro do sistema capitalista que não está nem aí para os fracos, pois o intuito de tudo é utilizar cada um de nós para alimentá-lo e nunca deixar a engrenagem parar. Você será facilmente substituído e ninguém irar chorar por você.

Você se percebe nessa situação, mas o que enxerga é apenas o que eles querem que você veja, que é um fraco e que não pode parar para chorar suas dores, afinal você não tem esse direito. Você mesmo se diagnostica e você mesmo tenta sua auto sabotagem. Mas ninguém tem culpa, pois é quase impossível de se perceber quando estamos no meio desse furacão.

PARE UM MOMENTO E RESPIRE, PENSE

Agora é a hora de você ser forte. Não para o sistema, não para continuar sua jornada injusta, mas para consigo mesmo. Forte para parar e chorar de verdade, mas de uma maneira que reconheça o motivo de seu choro. Entenda o porquê desse choro. Depois disso, enxugue suas lágrimas e reflita um pouco mais. Agora você precisa ser forte de verdade, sua vida depende disso, do reconhecimento da sua realidade. Do que está acontecendo de verdade por trás da nuvem de poeira, da neblina colocada lá propositalmente por seu algoz, o sistema. Lhe permita o tempo que for necessário nessa parada reflexiva que depende sua vida. É necessário o reconhecimento por parte de você da sua verdadeira realidade. Do significado de cada acontecimento em sua vida e o porquê de você ter chegado aonde chegou e da maneira que foi. Você precisa se perceber a um passo do abismo e se você mover um passo a frente tudo acaba, você já era.

Esse é o seu momento, o momento de encarar e descobrir o que está acontecendo de verdade, tirar a venda ou pelo menos a estrutura que utilizam em animais que não o deixam enxergar outras possibilidades, mas apenas uma possibilidade, a deles.

Agora sei que está preparado para entender e buscar ajuda. Existem pessoas com quem pode contar. Por incrível que pareça, o próprio sistema pode lhe oferecer suporte para tirá-lo da situação que você se encontra, porém nunca lhe apresentam de mão beijada, pois para conseguir este suporte você tem que entende-lo e isso não é nada simples para um cidadão comum.

PRÓXIMO PASSO: BUSCAR AJUDA PARA A SUA DEPRESSÃO

É de conhecimento de todos e pesquisas apontam que as doenças da alma são o mal maior do século. Afinal, somos seres espirituais e a nossa essência tem necessidade de se nutrir de alegria, amor, paz e fé. Temos necessidade de ter pensamentos e sentimentos que estejam em acordo com nossa essência, a nossa espiritualidade.

Porém quando nos apegamos em uma forma de pensar desalinhada dessa natureza, quando começamos a semear dúvidas, medos, inseguranças, nós nos desencorajamos e adoecemos a alma. A alma doente acaba por nos envenenar e contamina o ambiente onde ela habita que é o nosso corpo.

Entendendo um pouco desse contexto ao qual você está inserido, o próximo passo é procurar apoio, auxílio, pois sozinho é pouco provável avançar em sua melhora e tampouco sua cura. Todos temos pessoas em quem podemos confiar algo tão sério para compartilharmos, mas não basta apenas a confiança, é necessário mais que isso. As pessoas de maneira geral não estão preparadas para apoiar alguém com um problema tão sério quanto a depressão. Não é culpa de ninguém, pois no fundo a sociedade não está preparada para algo velado e que ninguém deseja comentar, nem mesmo as pessoas acometidas por essa enfermidade.

Meu Diário de ACS



Mas existem as pessoas que podem lhe direcionar para o caminho correto. Pessoas que servem como setas do bem, que lhes mostram o caminho, mesmo não entendendo bem do assunto ou do que se trata. Estas pessoas são as que você precisa buscar, conversar, explicar seus anseios e suas dores. São raras, eu sei, todos sabemos, mas temos que tentar. Partindo do ponto que você é uma pessoa que não tem um ciclo de amizades tão ampla e as que tem passam longe de serem confiantes, não se preocupe, você encontrará um ciclo de amizades de outras pessoas.

A partir do momento que você começa a buscar, parece mágico, pois as coisas começam a acontecer. As portas começam a se abrir e vão aparecendo as pessoas certas na sua frente, em sua vida. Quando menos imaginar, estará inserido em um contexto de apoio que nem mesmo você acreditará. Parece um conto surreal, mas é a mais pura verdade. Posso lhe garantir e a experiência nos faz sábio para a própria vida. É incrível que ao buscar essa nova realidade em sua vida, você sem perceber começa o próprio tratamento. Muitas pessoas buscam algo milagroso, porém a solução é simples e está acontecendo sem que você perceba. Mas no decorrer do processo você irá entender, pois se está ali é por que o próprio universo está conspirando a seu favor. Tudo já está dando certo.

Ótimo, você atingindo esse estágio significa que o processo começa a se concretizar, não tem mais volta. Continue, trabalhador, desempregado, não trabalhador, não importa, pois todos somos seres humanos e filhos de Deus, não muda o rótulo social ao qual nos denominamos. Tudo que nos impuseram a praticar e ser desde nosso nascimento são realidades impostas e ilusórias que escravizam e em muitos casos destroem o ser humano. Você é obrigado a dançar conforme a música, porém apesar de dançar o ritmo que lhes impõem, não significa que tem que ser enganado. Talvez a verdade não seja o ideal, pois percebemos que as pessoas em muitos casos até gostam de serem iludidas, não sei se é o seu caso. Eu não me encaixo na questão da ilusão, mas claro, saber a verdade não é tão interessante a sim do ponto de vista de quem ama o estilo de vida que foi obrigado a praticar desde o seu nascimento. Então, a questão é entender que o ser humano é complexo desde sua concepção e dessa maneira não é fácil dizer o que é melhor para cada um de nós. Mas entendemos que não existe a menor possibilidade de cada um viver a realidade que bem entender, é impossível. Por esse motivo que digo que, você pode dançar conforme a música, porém não é necessário ser enganado. Você pode saber a verdade e seguir o sistema por não ter opção e adoecer mesmo assim, pelo simples fato de conhecer a verdade. Então eu diria que o nosso dilema é conhecer ou não conhecer a verdade, pois talvez ela não te libertará e nem te transformará em um ser melhor e feliz.

Mas o passo mais importante é realmente buscar ajuda, apoio em outro alguém, pois é fato que o ser humano não existe para viver sozinho. O ser humano foi feito e tem a essência de coletividade e a solidão é um problema sério e crônico nestes casos de depressão.

CONCLUSÃO

A estrutura de um sistema nem sempre é o principal ponto e culpado pelas dores da alma de muitos seres humanos. É certo dizer que muitos de nós já temos a genética de nossos antepassados no quesito enfermidade e é fato comprovado que o “defeito” está em nós. Mas vamos analisar um pouco, será que é um defeito ou um alerta para uma vida que não condiz conosco. Algo que geneticamente não nos cabe. Porém não fomos preparados para buscar o que verdadeiramente nos faz bem e temos de aceitar o que resta. A reflexão sobre isso é importante do ponto de vista de nossa existência. Vivemos em busca da felicidade e a vida por si só não nos proporciona isso.

Buscar uma nova maneira de viver nem sempre é a solução ou opção, mas aprendermos a sobreviver e adaptarmos ao que nos fora imposto desde nosso nascimento. A felicidade está em algo, temos que entender e aprender a enxergar isso. A partir daí buscar da melhor maneira.







PUBLICIDADE

PUBLICIDADE